Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Pesquisa em área experimental será realizada durante três anos

1 ano atrás - por:

A área experimental da empresa AgroPrecision, localizada à cerca de 10km do município de Cruz Alta, já vem desenvolvendo diversos estudos para orientar os agricultores a partir de conhecimentos práticos sobre fertilizantes, métodos de adubação e outras ferramentas que possam ser aplicadas no solo.

Para que o estudo tenha validade e que possa ser desenvolvida uma boa pesquisa, o engenheiro agrônomo da empresa, Rodrigo Rossato, explica que os trabalhos na área experimental, terão o prazo de três anos, para que todo o processo seja concluído e avaliado corretamente.

“O principal objetivo é que possamos ter dados próprios para dar maior embasamento e tranquilidade aos produtores na hora de recomendar as diversas formas de adubo e de manejo que são sugeridos pelas empresas.”– argumenta.

Além disso, Rodrigo Rossato, comenta que estudar as aplicações realizadas na área experimental durante três anos, se dá pelo fato de que com o estudo em longo prazo, é possível avaliar detalhadamente os manejos diferenciados em cada tratamento e assim fornecer uma informação com maior qualidade e mais confiável.

 “A ideia de usar vários anos para a pesquisa é para isso, para ver o crescimento do tratamento que será aplicado e para acompanhar o desenvolvimento que terá ao longo do tempo. Inicialmente vamos nos deter em pesquisar sobre questões que envolvam a produtividade da cultura, mas futuramente vamos expandir nossas pesquisas e possivelmente o período de estudo passará dos três anos”– explica.

A empresa ressalta que durante o período de estudo na área experimental, serão conduzidas todas as pesquisas necessárias para atender as demandas dos agricultores, e que em cada época do ano, será realizado o processo de tratamento adequado para a cultura. 

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post