Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Grandes benefícios que a agricultura de precisão traz aos produtores

2 anos atrás - por:

No setor agrícola, investir em tecnologias que possam maximizar toda a produtividade, se tornou um fator indispensável aos produtores rurais, ao passo que a agricultura tomou uma posição de extrema relevância no senário econômico do Brasil.

Utilizar técnicas precisas, que possam dar plenitude nas escolhas, é o que todos os agricultores vêm buscando no mercado. Por isso, a Agricultura de Precisão (AP) é uma das ferramentas mais indicadas para otimizar a produtividade das lavouras, uma vez que, a AP utiliza da tecnologia da informação para detectar, monitorar e orientar os produtores agrícolas em termos de gestão da propriedade, dessa forma, é possível melhorar a produtividade, a renda e, também, questões voltadas a preservação do meio ambiente.

A Agricultura de Precisão está no Brasil há mais de 28 anos, e dentro desse período passou por diversas adaptações em termos tecnológicos. Houve um avanço, e, atualmente, a agricultura de precisão é utilizada em todo o tipo de cadeia produtiva no segmento agropecuário, e não somente nas culturas de milho e soja e nos equipamentos.

Dessa forma, a AP é utilizada para cada produtor em sua região, existindo medidas de gestão que são adaptadas as suas realidades. Assim, a Agricultura de Precisão possibilita ao produtor ferramentas para otimização na utilização de insumos e na inovação continua do trabalho diário.

São inúmeras as vantagens que a Agricultura de Precisão traz aos produtores, uma das maiores e notórias é a redução dos custos de produção, principalmente quando se fala em agroquímicos fertilizantes e/ou corretivos. Centros especializados em pesquisas sobre AP indicam que é possível obter em média a redução de 20 até 30% no custo de insumos como calcário, fosforo e potássio. Assim, com a aplicação diferenciada de insumos consegue-se maior homogeneidade da lavoura e aumento de sua produtividade.

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post