Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Taxa variável de semeadura auxilia na otimização dos recursos na lavoura

4 meses atrás - por:

Uma das características essenciais da agricultura de precisão, na qual este tipo de manejo integrado de informações e tecnologias está apoiado, é o conhecimento da variabilidade espacial e temporal, além da capacidade produtiva do solo.

Os usuários das tecnologias de agricultura de precisão costumam realizar a aplicação de fertilizantes e corretivos em taxa variável e, após a aceitação deste método de manejo na agricultura, pode-se observar lavouras mais homogêneas e com produtividade superior ao percebido em lavouras de manejo tradicional, mostrando, assim, que a agricultura de precisão auxilia no aumento da produtividade da lavoura e, consequentemente, a rentabilidade na hora da colheita.

Aliado às aplicações em taxa variável de insumos e fertilizantes, a AgroPrecision vem desenvolvendo um trabalho específico e de alto desempenho através da aplicação em taxa variável de semeadura. Isso significa que esse método considera a variabilidade e a capacidade produtiva de cada talhão da lavoura, adequando o melhor ajuste de número de plantas por hectare. Esse ajuste é feito após uma análise detalhada dos mapas de fertilidade, potencial produtivo e particularidades regionais gerados na propriedade.

É no processo de plantio que se define o sucesso ou o fracasso de uma lavoura. Por isso, a semeadura deve possibilitar que a população de plantas de uma certa área cresça e se estabeleça de forma rápida e uniforme na terra, sendo que o processo entre semeadura, germinação, crescimento e maturação da planta dura cerca de quatro meses e todas as operações que podem ser realizadas na lavoura ficam sob responsabilidade do agricultor e do técnico que acompanha a gestão da propriedade.

Para analisar o potencial produtivo do solo, considera-se alguns fatores como a luz, a água, a temperatura, os nutrientes e qualidade do solo que estão associados à variabilidade da produtividade da safra e podem ser identificados através dos mapas de colheita e/ou imageamento de vantsdrones ou satélites realizados com agricultura de precisão e nestes mapas é possível distinguir áreas com potenciais produtivos diferentes. Com essas informações em mãos, o agricultor, com o auxílio da AgroPrecision e do consultor da área, tem a possibilidade de criar estratégias de manejo diferenciadas de acordo com as características e necessidades específicas de cada talhão.

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post