Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Quanto irrigar na cultura da soja

1 ano atrás - por:

A irrigação de culturas agrícolas é uma ferramenta utilizada para complementar a disponibilidade da água natural da chuva, proporcionando ao solo um teor de umidade suficiente para suprir as necessidades hídricas de cada cultura, favorecendo a obtenção de aumentos de produtividade.

Antes de qualquer investimento em irrigação é preciso estabelecer a necessidade de irrigar determinada área. No cultivo da soja, por exemplo, o manejo de irrigação da cultura nada mais é do que estabelecer quando e quanto aplicar de lâmina de água. As fases mais críticas de demandas de água para a soja são justamente na germinação, floração e no enchimento dos grãos.

Conforme algumas pesquisas, durante a germinação, tanto a falta, quanto o excesso de água (a umidade do solo deve estar entre 50% e 85% da água disponível) são prejudiciais a uniformidade na emergência das plantas. A soja atinge o máximo de exigência hídrica na floração e enchimento dos grãos (7 a 8 mm dia somente para a cultura, lembrando que temos que ter agua disponível no solo além desta demanda), o estresse hídrico neste período pode ocasionar problemas fisiológicos graves que ocasionam queda prematura de flores, folhas e consequentemente redução de produtividade.

Para o procedimento de irrigação, é importante conhecer a profundidade do solo, curva de retenção hídrica, macroporosidade, microporosidade, evapotranspiração da cultura, estágio fenológico da cultura, entre outros. Dessa forma, deve-se buscar informações técnicas com profissionais habilitados que utilizem ferramentas de monitoramento e simulação das condições hídricas para que o investimento em irrigação seja o mais rentável possível. 

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post