Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Pulverização Inteligente é a garantia de uma aplicação sem desperdícios

2 anos atrás - por:

Com a crise econômica instaurada no Brasil, o setor do agronegócio precisou passar por adaptações, reduzindo custos e investindo em processos que possibilitem resultados satisfatórios em suas lavouras.

            Um destes investimentos se dá a partir da aplicação de defensivos nas lavouras com o auxilio de pulverizadores, sendo este de suma relevância para a agricultura, já que através deste equipamento consegue-se fazer o controle de pragas e doenças, tornando rentável a produção agrícola.

            Independentemente do tamanho da área cultivada, seja em pequenas, médias ou grandes propriedades rurais, o agricultor necessita fazer a aplicação de algum tipo de agrotóxico, afinal é improvável que durante o ciclo de produção, a cultura não seja afetada por doenças, pragas e plantas invasoras.

            A AgroPrecision, após anos de experiência em Agricultura de Precisão, desenvolveu a Pulverização Inteligente, um sistema onde permite, que ao longo do desenvolvimento da planta, possa ser realizada a aplicação de doses exatas de químicos nos locais corretos. Ou seja, a pulverização inteligente é um sistema em taxa variável que visa distribuir as doses aplicadas de acordo com as necessidades da lavoura.

Assim os agricultores podem então, contar com um sistema que permite aplicar as doses certas de defensivos com exatidão e sem desperdícios.

“Existem locais em determinadas lavouras, que não tem o mesmo desenvolvimento vegetativo. Ou seja, o seu desenvolvimento vegetativo é variável, então, qual o motivo de pulverizar em taxa fixa!?”- comentam os engenheiros agrônomos Leonardo e Rodrigo Rossato.

            Através de sensoriamento remoto é possível fazer a calibragem das doses de aplicação e, consequentemente, o agricultor ganha muito mais rendimento operacional e eficiência na aplicação.

Além disso, a pulverização inteligente evita o desperdício em pontos de baixa área foliar com alta dose e maior risco de deriva; aumenta a eficiência de tratamentos fitossanitários em locais de alto índice de área foliar e garante uma maior economia na aplicação.

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post