Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Nutrição da planta aliada a rentabilidade: potássio

1 ano atrás - por:

O sucesso da agricultura é o resultado da soma de vários fatores, entre eles está a nutrição correta das plantas ocupando papel fundamental. A certeza de que os campos de cultivo estejam recebendo níveis adequados dos nutrientes necessários para as plantas, aliada a boas práticas agronômicas são garantias de que a cultura terá bom desempenho com produtividade alta. Incorporado ao fator nutrição, estão os macronutrientes, eles desempenham funções essenciais no desenvolvimento das plantas e a deficiência de apenas um deles pode prejudicar toda a produção de culturas. 

Entre os macronutrientes presentes nas plantas, o Potássio (K) é considerado o elemento mais abundante. Ele é absorvido do solo através das raízes e desempenha a função de sustentar o crescimento e a reprodução da planta. Além disso, o Potássio eleva a produtividade das lavouras porque auxilia no crescimento das raízes, aprimora a tolerância da planta a seca, ao excesso de água, a elevação e queda de temperatura, auxilia na fotossíntese e na formação de alimento, produz grãos ricos em amido, eleva o conteúdo protéico da planta e ainda, ajuda a retardar a disseminação de doenças da lavoura e nematóides. 

O potássio é um elemento bastante móvel na planta e é deslocado dos tecidos mais velhos para os mais jovens. Consequentemente, os sintomas da deficiência em potássio normalmente ocorrem primeiro nas folhas inferiores e progressivamente avançam rumo ao topo, conforme a gravidade da deficiência se incrementa. Um dos sinais mais comuns da deficiência em potássio é o amarelamento ao longo das margens da folha. Em casos drásticos, a margem queimada da folha pode se desprender. No entanto, em lavouras com folhas largas, como nas de soja e algodão, toda a folha pode cair, resultando em uma defoliação prematura da lavoura. 

Lavouras com deficiência de potássio crescem lentamente e possuem sistemas de raízes desenvolvidos precariamente. Os caules são fracos e a formação e peso dos grãos a prejudicada. Os fertilizantes comuns de potássio são completamente solúveis em água e possuem uma elevada concentração de sais. Assim, se posicionados muito próximo de sementes ou transplantes, podem reduzir a germinação e a sobrevivência da planta. 

No entanto, todo esse processo é necessário que seja realizado com a orientação de um profissional qualificado na área, que tenha conhecimento técnico para que a quantidade de aplicação, seja realizada de maneira eficiente, garantindo a lucratividade e rentabilidade na lavoura. 

 

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post