Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Exportações de fertilizantes cresceram no último mês

2 anos atrás - por:

– Os fertilizantes são produtos que contribuem para a produtividade da lavoura-

A agricultura é um setor econômico que influência de forma muito significativa no desenvolvimento do Brasil. Alguns estudos apontam que significativa parte da economia brasileira depende da agricultura, pois este é um setor que gera emprego para cerca de 22% da população ativa, 20% das exportações são de produtos agrícolas e 12% do PIB (Produto Interno Bruto) são representados pela agricultura, segundo pesquisas.

Mesmo não vivendo em uma região agrícola ou ainda que se tenha conhecimento pleno sobre a mesma é inegável, que a sociedade sabe da relevância que a agricultura representa no país. Com isso, os produtores passaram a ter uma reponsabilidade maior; o que antes era apenas uma produção familiar, para fins de consumo próprio, passou a ser uma produção de massa, da qual muitos setores dependem desta produção.

O fluxo de produção intensificou-se ao longo da história da agricultura, os processos produtivos tiveram que se adaptar às tecnologias e os agricultores precisaram encontrar meios para garantir uma boa safra. Dentre tantas tecnologias que foram – e estão sendo – inseridas nas lavouras, destacam-se o mapeamento de fertilidade do solo, taxa variável de aplicações de fertilizantes, pulverizações eficientes, etc…

Além destas ferramentas de diagnóstico preciso e aplicação eficiente, os agricultores começaram a compreender a relevância de investir nesses processos. Resultado disso está na pesquisa divulgada pelo Portal GlobalFert, apontando que as importações de fertilizante cresceram no último mês.

Esse levantamento divulgado pelo Portal, mostra que o Brasil importou 2,36 milhões de toneladas de fertilizantes em agosto/2017. O resultado representa um aumento de 5% em relação ao mês anterior, quando haviam sido adquiridos 2,25 milhões de toneladas no exterior.

Os fertilizantes são compostos químicos utilizados na agricultura para aumentar a quantidade de nutrientes do solo e, consequentemente, conseguir um ganho maior na produtividade. Ou seja, esses produtos são fontes de nutrientes essenciais para o cultivo da produção, sem eles e/ou com um uso errôneo, pode-se comprometer a produtividade e rentabilidade do cultivo. 

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post