Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Como aumentar a lucratividade da lavoura através da Agricultura de Precisão

3 meses atrás - por:

A tecnologia surgiu com o objetivo de facilitar diversos processos dentro do cotidiano da população. Todavia, com a sua crescente evolução, outras finalidades foram sendo incorporadas para esse sistema.

Exemplo disso, é a rápida transformação que a moderna agricultura vem sofrendo nas últimas décadas, tornando-se uma atividade altamente competitiva e, sendo um dos setores mais impactado com o avanço tecnológico.

A tecnologia permite que o produtor possa ter acesso a inúmeros dados através do conjunto de informações geradas sobre o solo, a semeadura, a pulverização, desenvolvimento da lavoura e a colheita. No entanto, os benefícios não se resumem apenas em gerar dados, estes devem ser analisados com clareza criando as correlações necessárias para que os objetivos traçados sejam alcançados. Para isso a atualização de máquinas agrícolas, imagens de satélite e drones, softwares e outras ferramentas têm como objetivo principal automatizar as soluções nas lavouras, de modo a aumentar a produtividade, a qualidade e precisão dos dados.

Uma tecnologia que foi aperfeiçoada para desenvolver todas as funções que norteiam a produtividade e a lucratividade das lavouras, foi a Agricultura de Precisão (AP), um sistema que existe há mais de 90 anos e se tornou um dos principais aliados do agricultor. A AP reúne o conjunto das mais modernas tecnologias, associadas a técnica do agronegócio, sendo um sistema de manejo de produção integrado, que tenta igualar o tipo e quantidade de insumos que entram na propriedade com às necessidades de cada cultura dentro do campo de produtividade.

Atualmente, a AP é utilizada com o foco de entender às necessidades de diversas áreas, detalhando cada subárea da produção, oferecendo ao agricultor dados precisos das necessidades da sua lavoura.

O Msc. Engenheiro Agrônomo e sócio-diretor da AgroPrecision, Rodrigo Rossato, comenta que a AP traz diversos benefícios ao agricultor, tais como: mais segurança na tomada de decisão; economia de insumos; economia financeira; economia de recursos; visualização detalhada da propriedade; melhoria das atividades agrícolas e melhor controle da fazenda, em média existe um aumento da rentabilidade da ordem de 7 a 20% dependendo do tempo de adoção das tecnologias.

“O agricultor que investe em Agricultura de Precisão, estará aumentando a sua lucratividade ao saber com precisão as reais necessidades da sua lavoura. Recebendo informações detalhadas da área cultivada, o produtor pode garantir a assertividade na escolha dos insumos, economizando até mesmo na compra destes produtos.” – argumenta.

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post