Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Como a calagem do solo pode interferir na lucratividade das lavouras?

2 meses atrás - por:

Sabemos que o cenário agrícola não está tão favorável em algumas regiões do Brasil, todavia, ano após ano, a agricultura passa por grandes transformações e adaptações, principalmente, quanto as novas ferramentas e tecnologias, que auxiliam o produtor na minimização dos prejuízos.

São inúmeras as pesquisas e centros especializados em tecnologia que desenvolvem estudos com o objetivo de aperfeiçoar os procedimentos que possam envolver a prática agrícola. Uma das principais fontes de pesquisas refere-se as formas para melhorar a eficiência de adubação utilizada em cada cultura, buscando verificar quais as fontes de nutrientes que apresentarão maior produtividade, qual o momento correto de sua utilização, em que local deve ser posicionado e o modo de aplicação, transformando o investimento em corretivos e os fertilizantes em produtividade e rentabilidade.

Uma pesquisa divulgada há três anos, apontou que sem calcário o adubo chega a render pouco mais de 27% de um total de 100%, ou seja, possivelmente, uma grande parcela dos agricultores brasileiros perdem boa parte dos recursos investidos nas culturas em razão de adiar a calagem do solo.

A calagem ou aplicação de calcário é uma etapa essencial dentro do processo de construção de fertilidade do solo, onde ocorre a adição de materiais de caráter básicos ao solo, neutralizando a sua acidez, favorecendo o desenvolvimento radicular, o fornecimento de cálcio, magnésio, aumentando o pH em água, melhorando a saturação de bases, eliminando alumínio tóxico, aumentando a eficiência do nitrogênio, fósforo, potássio e enxofre, contribuindo, com isso, para o melhor desenvolvimento de microrganismos e com a melhora da fixação biológica de nitrogênio pelas plantas. Ou seja, a calagem é indispensável quando se pensa em retorno financeiro e aumento de produtividade.

O calcário é um dos insumos que apresenta uma boa relação custo/benefício, pois o mesmo oferece um efeito residual positivo (dependendo da qualidade). Mas, como todo insumo agrícola, as doses devem ser colocadas conforme a demanda de cada área, de preferência com o mapeamento de fertilidade de solo executado, obtendo assim, a máxima eficiência econômica da utilização deste insumo, o estudo de doses, tipos e diferentes formas de aplicação fazem parte dos trabalhso desenvolvidos na área experimental da AgroPrecision, trazendo informações atualizadas e locais para seus clientes.

A correção do solo via calagem é um processo indispensável para que o agricultor obtenha resultados positivos em sua lavoura. Em muito solos, os rendimentos de algumas culturas podem ser tão baixos que, sem calagem, o cultivo se torna economicamente inviável.

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post