Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

Calagem correta do solo é um dos principais insumos na lavoura

2 anos atrás - por:

Ao longo da história da humanidade, vários processos foram se modernizando e com o avanço da tecnologia, diversos setores estão sendo impactados positivamente com isso. No entanto, ainda existem outros mecanismos que estão em desenvolvimento no mercado e que, certamente, vão mudar ainda mais outros processos.

            Dentre os mecanismos que mais se desenvolvem, estão as pesquisas para melhorar a eficiência da adubação utilizada nas culturas. Estas, buscam verificar quais as fontes de nutrientes que apresentarão maior produtividade, qual o momento correto de sua utilização, em que local deve ser posicionado e o modo de aplicação, transformando o investimento em corretivos e fertilizantes em rentabilidade e produtividade.

            Segundo uma pesquisa da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), divulgada em fevereiro deste ano, os pesquisadores chegaram à conclusão de que sem calcário, o adubo chega a render somente 27%, de um total de 100%. Conforme esta pesquisa, uma grande parcela dos agricultores brasileiros pode perder parte dos recursos investidos nas culturas em razão de adiar a calagem dos solos.

            A calagem, ou aplicação de calcário, é uma etapa primordial do processo de construção de fertilidade do solo para o cultivo agrícola, em que materiais de caráter básico são adicionados ao solo para neutralizar a sua acidez. Ou seja, a calagem favorece o desenvolvimento das raízes, fornece cálcio e magnésio, melhora a disponibilidade de diversos nutrientes do solo para as plantas, entre outros.

            O calcário é um dos insumos que apresenta uma relação custo/benefício muito interessante, pois o mesmo apresenta um efeito residual positivo (dependendo da qualidade). Claro, como todo insumo agrícola, as doses devem ser colocadas conforme a demanda de cada área, obtendo-se assim a máxima eficiência econômica da utilização deste insumo. Por isso a necessidade de utilizar o mapeamento do solo e, após, a aplicação em taxa variável fazem com que este insumo tenha sua máxima eficiência atendida, pois, colocando mais calcário onde a presença de acidez é maior e menor quantidade onde esta necessidade é possível, consegue-se obter resultados produtivos e rentáveis muito melhores que a utilização em dose fixa na área total.

            A correção do solo via calagem é um processo indispensável para que o agricultor obtenha um resultado produtivo na sua lavoura. Em muitos solos os rendimentos de algumas culturas podem ser tão baixos, que sem calagem, o cultivo se torna economicamente inviável. 

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post