Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

A utilização de aminoácidos/bioestimulantes para melhorar a estabilidade produtiva da soja

7 meses atrás - por:

Um dos diferenciais de maior relevância na agricultura de precisão é o cuidado deste tipo de manejo com a sustentabilidade da agricultura realizando a condução da lavoura com o objetivo de causar menos danos ao meio ambiente, além de diminuir o uso de insumos e poluentes no solo. Aliado às estratégias e ferramentas utilizadas pela agricultura de precisão está a utilização alternativa de aminoácidos como suplemento nutricional, uma espécie de substância orgânica que potencializa uma série de benefícios na planta, contemplando sistema radicular, foliar e ainda o solo. No sistema de plantio direto onde a incorporação e a cobertura de solo são frequentes, as substâncias orgânicas são encontradas em maior quantidade e por isso é possível obter grandes produtividades.

A alimentação e a nutrição básica Nitrogênio (N), Fósforo (P) e Potássio (K) muitas vezes já não são suficientes para que a planta possa atingir maiores níveis de produtividade e maior qualidade. A tecnologia de bioestimulantes que agem através de moléculas/biomoléculas, estimulam processos fisiológicos da planta para melhorar o rendimento, estabilidade e a produtividade das mesmas. Um dos mais conhecidos é o aminoácido, molécula livre, precursor da proteína vegetal/animal e além disso está envolvido nos processos fisiológicos da planta, que equilibram nutricionalmente e fisiologicamente a cultura para atingir o seu máximo potencial produtivo que é afetado normalmente pelo clima e outros fatores.

Com a utilização deste tipo de bioestimulantes o metabolismo da planta é ativado e auxilia no rendimento. As principais funções dos aminoácidos são: síntese de proteínas, compostos intermediários dos hormônios vegetais endógenos, efeito complexante em nutrientes e outros agroquímicos, maior resistência ao estresse hídrico e de alta temperatura e maior tolerância ao ataque de doenças e pragas.

A rentabilidade da cultura sempre deve no foco de toda a propriedade, com a utilização de aminoácidos/bioestimulantes o produtor preparar a cultura para suportar situações de stress que acabam por diminuir a produtividade e assim diminui a rentabilidade final. Como todo nutriente, hormônio, aminoácido ou bioestimulante é necessário o conhecimento prévio do produto, qualidade deste e recomendação adequada por técnico ou agrônomo responsável.

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post