Fique por dentro das novidades!

Agronegócio

A nutrição mineral da cultura de soja pode diminuir a incidência de doenças

6 meses atrás - por:

A ferrugem asiática da soja é de fácil disseminação pelo vento e no Brasil, em uma lavoura em que o solo não recebeu o manejo correto pré-plantio com dessecação, pode ser encontrada facilmente e causar reduções de até 75% na produtividade. A principal medida de controle da ferrugem é a pulverização com fungicidas, entretanto a nutrição mineral pode contribuir para reduzir a intensidade da doença, isso porque a nutrição aumenta a resistência das plantas às doenças.  

            Quando os nutrientes que são necessários para que as plantas sintetizem os compostos químicos e físicos são deficientes na planta é possível que ela esteja mais suscetível a doenças hospedeiras. O potássio (K),cálcio (Ca) e enxofre (S) são os nutrientes que tem mais importância econômica para o desenvolvimento e resposta em defesa das plantas de soja a fitopatógenos. Quando falamos em nutrição nos remetemos a composição química e física da planta e das reações que ocorrem no metabolismo das mesmas fazendo com que se desenvolvam de maneira saudável ou prejudicadas em razão da deficiência nutricional.

            O potássio é considerado um dos nutrientes de maior efeito benéfico para a sanidade da maioria das espécies vegetais, não só para a cultura da soja. Esse nutriente aumenta a espessura da parede celular, promove a rigidez da estrutura dos tecidos e é responsável pela recuperação destes quando são prejudicados. Já o cálcio contribui para a estabilidade de biomembranas, tem um papel importante na divisão e no desenvolvimento celular e na formação da lamela média. É o Ca que pode afetar a incidência ou a severidade de doenças nas plantas pois sob baixos teores deste nutriente muitos fungos e bactérias fitopatogênicas invadem os tecidos, produzindo enzimas pectinolíticas extracelulares, como a poligalacturonase, a qual dissolve a lamela média das plantas hospedeiras. Quando presente, o Ca inibe a presença desta enzima na planta.

            Em um experimento realizado por alunos da Universidade Federal de Viçosa/MG pode-se perceber que com doses maiores de potássio e cálcio foi possível reduzir a severidade da ferrugem na soja. Doses isoladas de cada nutriente foram testadas em caule e folhas. Conhecer os efeitos desses nutrientes minerais sobre a intensidade da ferrugem da soja pode auxiliar a elaborar estratégias de manejo e, consequentemente, reduzir as aplicações de defensivos agrícolas, o custo de produção e o impacto ambiental.

 

O artigo completo  pode ser lido em: https://goo.gl/uqf9uY

Por:
AgroPrecision
Posts do autor

Comentários sobre este post